Teorema 2010

Bodegas e Viñedos Jalón

Código 25452

Teorema 2010

Teorema 2010

Bodegas e Viñedos Jalón

Código 25452

    • Safra

    • 2010

    • Uva

    • Garnacha Tinta (100%)

    • Volume

    • 750 ml

    • Teor alcoólico

    • 14%

    • Temperatura de Serviço

    • 16 a 18ºC

    • Sugestão de decantação

    • Não

    • Sugestão de guarda

    • até 5 anos

    • Validade

    • Válido por prazo indeterminado desde que conservado deitado em local fresco e escuro.

    • Vinhedo

    • com mais de 60 anos, plantados em encostas pedregosas, a uma altitude entre 680 e 1050 metros.

    • Vinificação

    • colheita manual, com seleção de cachos seguida de maceração e fermentação em cubas com temperatura controlada.

    • Maturação

    • 4 meses em barricas francesas.

Ver mais + Ocultar -

Descrição

Este tinto da região de Aragón é surpreendentemente bom para a sua faixa de preço. Intenso e cativante, o Teorema impressiona pela pureza de fruta madura combinada a notas de cacau, balsâmicas e de mel, e um frescor com toques de mineralidade. Macio no palato, é um vinho que remete à essência de sua variedade, a Garnacha Tinta de vinhas velhas, e de seu terroir: um microlima agreste, entre 680 e 1050 metros de altitude. Mereceu 90 pontos do Guía Peñín na safra 2009, enquanto a safra 2010 conquistou a medalha de ouro no Berliner Wein Trophy, respeitado concurso que acontece anualmente em Berlin.

Sobre a região

  • Aragón

    Veja mais informações onde é produzido este vinho e aproveite para conferir a lista de produtos deste e de outros produtores pertencentes a mesma região.

    Saiba Mais

Sobre o produtor

  • Bodegas e Viñedos Jalón

    Conheça detalhes sobre o produtor deste vinho. Você poderá ver informações sobre o processo de produção das safras e a relação do produtor com o mundo do vinho.

    Saiba Mais

Descrição

Este tinto da região de Aragón é surpreendentemente bom para a sua faixa de preço. Intenso e cativante, o Teorema impressiona pela pureza de fruta madura combinada a notas de cacau, balsâmicas e de mel, e um frescor com toques de mineralidade. Macio no palato, é um vinho que remete à essência de sua variedade, a Garnacha Tinta de vinhas velhas, e de seu terroir: um microlima agreste, entre 680 e 1050 metros de altitude. Mereceu 90 pontos do Guía Peñín na safra 2009, enquanto a safra 2010 conquistou a medalha de ouro no Berliner Wein Trophy, respeitado concurso que acontece anualmente em Berlin.

Produto temporariamente indisponivel no estoque.

Me avise quando houver
disponibilidade atráves
do e-mail

Deseja receber ofertas
de produtos similares?