Bodegas Alto Moncayo

Frutos da parceria entre o enólogo australiano Chris Ringland — famoso por receber 4 vezes a nota 100 de Robert Parker para seu poderoso Shiraz — e Jorge Ordoñez, os vinhos de Alto Moncayo são considerados os melhores de Campo de Borja, região da Espanha conhecida pelo cultivo quase exclusivo da uva Garnacha.

Foi em 2002 que Ringland e Ordoñez se uniram para começar um ambicioso projeto, em parceria com a Bodegas Borsao, uma das maiores e mais influentes produtoras da região, considerado um dos melhores produtores.

As vinhas Alto Moncayo estão distribuídas em 92 hectares que circundam a cidade de Borja, na Espanha, e estão localizados nas encostas dos Montes Moncayo, Aizón, Fundejaloón e Tabuenca, com uma altitude que varia entr 450 e 800 metros.

O solo apresenta elevado teor de pedras e calcário, ardósia e mármore – composição que favorece a drenagem e incentiva a formação de raízes profundas em direção a camada de argila nos subterrâneos. O clima geral da região é continental seco e fresco, extremamente beneficiado e influenciado pelo oceano Atlântico e mar Mediterrâneo, dependendo da época do ano.    

Os rendimentos são minúsculos, de apenas três ou quatro cachos por planta! Segundo Jancis Robinson, são vinhos “extraordinariamente ricos e sofisticados”. Para o Guía Peñin, “a varinha mágica de Chris Ringland transforma a ardósia do Campo de Borja em ouro”.

O Veraton é opulento e cheio de fruta madura, merecendo 93 pontos de Robert Parker. Já o vinho tinto Altos de Moncayo, por sua vez, arrematou nada menos do que 95 pontos do jornalista, sendo descrito como “soberbo”.

O raro Aquillón recebeu 97 pontos da revista de Parker na safra de 2005, segundo o crítico “considerando a fantástica qualidade deste vinho e sua limitadíssima produção, podemos afirmar que seu alto preço seja justo”. O Guía Peñin considera o potente vinho tinto como um dos 12 melhores vinhos da Espanha, classificando-o com impressionantes 96 pontos. 

3 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por