Chimney Rock

Chimney Rock foi fundada em 1980 por Hack e Stella Wilson, que trouxeram seu amor pelo vinho e a arquitetura sul-alfricana para as adegas da propriedade, situada na tradicional região vinícola de Napa Valley. Os primeiros 59 acres foram plantados ainda em 1980, com uma combinação de uvas vermelhas e brancas, que originaram o primeiro exemplar em 1989.

Pouco tempo depois, os vinhedos sofreram com o ataque da praga filoxera, o que exigiu a replantação dos mesmos e a implantação de novas medidas para a proteção e crescimento das vinhas, como a melhoria da drenagem, uma melhor adequação dos porta-enxertos para o solo e novas plantas para maximizar o potencial da propriedade. Essas decisões representaram um momento importante para a propriedade e um passo decisivo para o desenvolvimento de grandes e importantes vinhos.

As novas vinhas foram distribuídas da seguinte forma: 40 acres de Cabernet Sauvignon, 12 acres de Merlot, 4 acres de Cabernet Franc e 3 acres de Petit Verdot.

Nos anos 2000, a família Terlato se juntou à família Wilson como parceiros na adega, adicionando recursos com o objetivo de reforçar a reputação de Chimney Rock. Para isso, em 2002, dedicaram-se na construção de uma adega “state of the art”, que possibilitou a fermentação de cada bloco de vinha separadamente e, ao mesmo tempo, a realização de experiências com pequenos lotes para lapidar o vinho e torná-lo uma representação fiel do verdadeiro espírito da vinícola.  Segundo Robert Parker, “aqueles que acham que os vinhos californianos não têm elegância e finesse deveriam provar os produzidos por Chimney Rock”. Os vinhos desta renomada vinícola são reconhecidos pela crítica especializada entre os exemplares mais finos e sofisticados de Napa Valley. O Cabernet Sauvignon é “elegante e cheio de nuances” para a Wine Spectator, que o classifica como “outstanding” na safra de 2005.