Domaine Ferret

O mais famoso crítico francês, Michel Bettane, da Revue du Vin, diz textualmente: "Não há nenhuma dúvida a respeito: o Domaine Ferret continua a gerar os mais estupendos vinhos da AOC Pouilly-Fuissé".

Classificam seus vinhos brancos de vinhedos em dois níveis: Tête de Cru e Hors Classe para os melhores. Sua característica é a produção de vinhos encorpados, opulentos, com grande concentração e retrogosto amendoado.

Situada no coração de Fuissé, Domaine Ferret tem sido um produtor que se encontra no topo da denominação Pouilly-Fuissé. A propriedade tem sido gerida pela família desde o ano de sua fundação, em 1840, e em 2008 foi comprada por Louis Jadot.

Domaine Ferret foi o primeiro domaine que, após a Segunda Guerra Mundial, em Pouilly-Fuissé, que se deslocou da produção de vinho a granel para o engarrafamento na propriedade, a fim de aumentar o controle da qualidade dos exemplares.

Domaine Ferret tem desempenhado um papel fundamental na definição da qualidade da região. Além disso, seu foco a longa data na vinificação de cada parcela da vinha separadamente permitindo a identificação dos melhores terroirs.

A carteira de vinhos de Domaine Ferret pode ser separada em três níveis: Classic, Cuvée Hors-Classe e Têtes de Crus, onde as duas últimas parcelas que foram identificadas são um precursor no sistema de denominação de origem, ou AOC. Assim como em Côte d’Or, os vinhos em cada área devem refletir seu terroir particular e os melhores vinhos são produzidos apenas em boas colheitas.

Os vinhedos de Domaine Ferret abrangem, cerca de 19 hectares em toda a denominação de origem Pouilly-Fuissé, onde 14 destes estão localizados no anfiteatro das colinas que cercam a cidade de Fuissé e os restantes encontram-se próximos de Roche de Vergisson – ao norte da denominação.

Nestes terroirs e com vinhas responsáveis por produzirem rendimentos extremamente baixos, os vinhos Domaine Ferret são excepcionais. As vinhas são geridas de forma totalmente sustentável, com o objetivo em uma relação ainda mais rigorosa com as preocupações ambientais.

Um destes exemplos é o vinho Pouilly-Fuissé Hors Classe Tournant de Pouillu, um branco seco elaborado 100% com a uva Chardonnay. Trata-se de um exemplar classificado como “outstanding” pela revista Borghound, encorpado, potente, rico e com sabores muito complexos.

7 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por