Gouveio

Gouveio é uma variedade de pele branca encontrada em diferentes regiões vinícolas de Portugal, principalmente, no Alentejo e no Vale do Douro. A uva Gouveio é utilizada com frequência na elaboração de vinhos brancos secos, servindo como um componente de mistura, e nos fortificados vinhos brancos do Porto.

Trata-se de uma casta que era constantemente confundida, ao longo dos anos, com a uva portuguesa Verdelho. Contudo, após a realização de alguns estudos, provou-se que a Gouveio é uma variedade com as suas próprias características, produzindo vinhos de alta qualidade.

Os exemplares produzidos com a uva Gouveio possuem excelente frescor, bom corpo e excelentes níveis de acidez, além de aromas cítricos e picantes, principalmente, os de limão fresco – quando a uva é cultivada em regiões com temperaturas mais baixas. Estes vinhos apresentam também uma boa capacidade para envelhecer, podendo ser guardado por anos.

As vinhas dessa variedade são responsáveis por dar origem a bons rendimentos e o período de maturação das uvas acontece antecipadamente, quando comparado com outras uvas. Seus cachos apresentam tamanho médio e suas uvas pequenas possuem coloração verde-amarelo. Estas vinhas são sensíveis a doenças encontradas com frequência nos vinhedos, como por exemplo, o míldio e o oídio.

A Gouveio se desenvolve melhor e atinge o ápice qualitativo quando cultivada em regiões secas e com temperaturas quentes, onde suas vinhas são cultivadas em áreas bem arejadas – um dos principais motivos que explica o porquê esta uva é encontrada em regiões mais continentais, como no interior do território português.

Luís Pato é uma verdadeira lenda de Portugal, considerado o “revolucionário da Bairrada” e o “domador” da uva Baga, transformando os vinhos da região em alguns dos melhores do país – são exemplares complexos e finos. Trata-se de um produtor português que conquistou mercado nos Estados Unidos, China, Noruega e, principalmente, no Brasil. São vinhos que merecem ser descobertos!