Parcele em até 6x Sem Juros. Parcela mínima de 99 reais.

    • SELO DE PROCEDÊNCIA

      Como garantir que o vinho que você compra é realmente original? O volume crescente de vinhos trazidos ilegalmente para o Brasil esconde um grande risco para quem aprecia um bom vinho: comprar um vinho falsificado achando que é o original. A maioria dos vinhos contrabandeados, mesmo que não sejam falsificados, são transportados em condições tão precárias, chegando ao consumidor sem toda a qualidade que deveria ter. Caso quem comprou guarde o vinho na adega por alguns anos, as diferenças ficarão cada vez mais evidentes. São os pequenos detalhes e nuances que separam um grande vinho de um vinho comum e muita gente têm se decepcionado com a qualidade de alguns rótulos consagrados, que receberam altas notas da imprensa especializada. Quase sempre os vinhos decepcionantes não foram trazidos pelo importador oficial.

      Uma maneira segura de identificar se o vinho foi importado legalmente é olhar o contra rótulo: ele deve trazer todas as informações obrigatórias em português, como a lista de ingredientes, o nome, o endereço da importadora e seu registro no MAPA (Ministério da agricultura, pecuária e abastecimento).

      Para proteger o consumidor brasileiro, a Mistral desenvolveu um selo de segurança em parceria com a Catena Zapata – a vinícola que mais sofre atualmente com a proliferação do contrabando e das falsificações. O selo é fácil de identificar, difícil de ser reproduzido e facilitará a vida de quem gosta de vinhos.

      A Catena já começou a colocar os primeiros selos em seus vinhos. Em um futuro próximo, todos os vinhos da Argentina importados pela Mistral terão o selo de autenticidade. Esperamos colocar, gradualmente, os selos nas garrafas dos vinhos importados de outros países também.

      Quando for comprar seu vinho argentino, não se esqueça de procurar o selo de autenticidade.
      Ele é a garantia que o conteúdo da garrafa terá a qualidade que você espera de um vinho premiado!

      Dicas e iniciativas