Parcele em até 6x Sem Juros. Parcela mínima de 99 reais.


    • Acompanhe a Mistral em uma viagem pelas mais famosas regiões produtoras do mundo, descobrindo seu terroir, suas uvas e seus grandes vinhos. A primeira parada é em Bordeaux, talvez a mais célebre de todas as regiões vinícolas -- a terra dos grandes châteaux, que no geral fazem juz à fama de produzirem vinhos muito elegantes, longevos, encorpados e classudos. Os melhores podem ser realmente excepcionais, enquanto os mais acessíveis apresentam boa relação qualidade/preço e são um pouco menos encorpados.

      Os grandes tintos do Médoc estão entre os mais aristocráticos -- e os melhores foram elencados na famosa Classificação de 1855 como "crus classés".  Alguns châteaux não classificados como "crus classés" podem ser tão bons quanto muitos dos classificados, e alguns dos melhores são elencados como "crus bourgeois".
       

      Saint Émilion, na margem direita do rio Garonne, produz tintos estupendos, como os famosos Château Cheval Blanc e Château Angelus. Aqui, a Merlot e a Cabernet Franc costumam ser predominantes no corte, ao contrário do Médoc, onde predomina a Cabernet Sauvignon. Os vinhos são ricos e intensos, de grande classe, mas mais generosos e exuberantes. O Pomerol, por sua vez, é uma região minúscula, vizinha a Saint-Émillion, e que também produz tintos excelentes, de muita reputação e, em geral, com preços que estão entre os mais altos de Bordeaux (como no caso do famoso Château Pétrus). Com frequência, a uva Merlot é predominante.

      Péssac-Leognan e Graves, assim como o Médoc, estão na margem esquerda do rio Garonne, bem próximas à cidade de Bordeaux. Pessac-Léognan produz alguns grandes tintos, como o Château Haut-Brion (único Premier Cru Classé fora do Médoc), Domaine des Chevaliers, Ch Pape Clément, Ch Carbonnieux, etc. Os vinhos brancos dessas áreas, elaborados com Sauvignon Blanc e Sémillon, também são maravilhosos e incrivelmente exuberantes, aptos a durar muitos anos.


      Bordeaux também está repleta de deliciosos petits châteaux -- elaborados em zonas menos nobres, mas que, bem escolhidos, podem ser maravilhosamente saborosos, com charme e uma das melhores relações qualidade/preço do Velho Mundo. 

      Bordeaux também produz maravilhosos vinhos brancos secos -- de incrível riqueza e complexidade -- e os insubstituíveis Sauternes, os melhores e mais nobres vinhos de sobremesa do mundo.

       
      Descubra alguns dos melhores achados de Bordeaux com nossas sugestões, e embarque nessa deliciosa viagem!