Parcele em até 6x Sem Juros. Parcela mínima de 99 reais.

    • Opus One, o maior ícone do vinho californiano.



      O Château Mouton Rothschild - Premier Grand Cru Classé de Bordeaux é um dos mais míticos nomes do mundo do vinho - descobriu o potencial de Napa Valley, na Califórnia e, ainda nos anos 1970, foi o primeiro grande nome do vinho francês a investir nos Estados Unidos. No final dos anos 1970 se alinhou ao tradicional produtor Robert Mondavi para formar o que seria a mais famosa e cultuada joint venture do mundo do vinho: a vinícola Opus One.

      Segundo a Wine Spectator, "a Opus One foi na contramão do estilo agressivo dos Cabernets da Califórnia, procurando classe e finesse." As safras inaugurais - de 1979 e 1981 - lançadas simultaneamente, originaram um novo patamar de preço para o vinho californiano. Alguns anos mais tarde, após inaugurar a mais moderna vinícola construída até então, foi o primeiro vinho estrangeiro a ser distribuído pelos negociantes de Bordeaux. Em uma parceria inédita, o Brasil é o primeiro país do mundo com um importador exclusivo para os vinhos de Opus One . A partir de 2020, a Mistral é a única importadora que pode trazer os icônicos vinhos para o Brasil! Eles são importados diretamente da vinícola, sempre em containers climatizados e sob os rigorosos cuidados da Opus One, garantindo que poderão mostrar toda sua qualidade quando servidos.

      Elaborado em um corte típico de Bordeaux, com uma grande proporção de Cabernet Sauvignon e pequenas parcelas de Merlot, Petit Verdot, Cabernet Franc e Malbec que variam conforme a safra, é um vinho produzido absolutamente sem concessões. O vinhedo - de cultivo biodinâmico desde 2004 - foi plantado em alta densidade e acompanhado por cientistas por anos para ser gradualmente convertido para um cultivo sem irrigação. Todos os funcionários da vinícola - até os das funções mais burocráticas - precisam cuidar de um pedacinho do vinhedo e participar da produção do vinho, para perceberem porque a qualidade do vinho é o mais importante. Para evitar vinhos bouchonné, todas as rolhas repousam em uma solução de álcool por 8 horas, são secas, hidratadas novamente e testadas. O perfeccionismo é tamanho que alguns dos cuidados não seriam possíveis em um vinho comum.

      O Opus One é um vinho grandioso, que "tem gosto de luxo" para Jancis Robinson. "Um ícone criado por dois visionários" nas palavras de Robert Parker, que combina a potência e opulência conferida pelo terroir de Napa com a elegância dos melhores crus classé de Pauillac.

      Vinhedos próprios excepcionais

      As uvas utilizadas na produção do Opus One são colhidas em 4 parcelas próprias de cultivo biológico. A maior parte das vinhas – duas parcelas que totalizam mais de 40 hectares – estão em To Kalon, o mais cultuado vinhedo de Napa Valley. O restante das uvas é colhido em Ballestra e River. Todas estão no prestigioso AVA Oakville. Os vinhedos são podados e colhidos de forma totalmente manual, garantindo que cada planta seja cuidada nos mínimos detalhes. O resultado são uvas de excepcional qualidade – matéria prima de um dos mais grandiosos vinhos do mundo.

      Cuidado com o meio ambiente

      A cultura da Opus One reflete a ideologia de preservar o patrimônio natural do entorno da vinícola, adotando práticas sustentáveis que ajudam a preservar as características deste terroir tão excepcional. Além da agricultura livre de pesticidas e elementos químicos que podem prejudicar a microbiologia local, a Opus One está implementando 100 medidas favoráveis ao meio ambiente. As iniciativas englobam energia, água, reciclagem de dejetos, transporte e cadeia de suprimentos, entre muitas outras.

      O maior ícone do vinho californiano

      O Opus One é o maior ícone do vinho Californiano. Nenhum outro tinto é tão famoso, combinando potência, elegância, complexidade e sofisticação. Lançado nos anos 1980 como o vinho mais caro já produzido nos Estados Unidos, a qualidade do Opus One é indiscutível, recebendo notas estratosféricas até as safras mais recentes. Nos últimos anos apareceram alguns “cult wines” que são mais caros que Opus One, mas nenhum conseguiu alcançar o prestígio e a excelência deste verdadeiro ícone do Novo Mundo. Um vinho inigualável!