Produto adicionado à sacola

Quinta do Vale Meão

A Quinta do Vale Meão é um fantástico produtor que, em pouco tempo, se tornou um dos maiores nomes de Portugal. Chamado de “Barca Nova”, pois é produzido com uvas dos mesmos ótimos vinhedos que produziam o Barca Velha.

Recentemente, foi considerado pela Revista de Vinhos como o melhor vinho tinto de Portugal, em uma prova na qual participaram 27 dos maiores tintos lusitanos. Quinta do Vale Meão também merece as mais altas notas da Wine Spectator para vinhos portugueses como os 97 pontos para a safra 2004 e os 95 pontos para 2003, entre as mais altas notas para vinhos tintos do mundo. Raro e disputadíssimo, é um ícone de minúscula produção.

O profundo e intenso Meandro é grande destaque do produtor português, de classe e estirpe inacreditáveis para sua faixa de preço. Recebeu nada menos que 92 pontos da revista Wine Spectator, que definiu o exemplar como “refinado e poderoso”.

A uva privilegiada para cultivo nos vinhedos do produtor, na região do Douro, é a Touriga Nacional, variedade que passou a ser cultivada a partir dos anos 80, quando a Quinta do Vale Meão iniciou o plantio de vinhas em solo antes submerso pela barragem da Valeira.

A diversidade do solo nos vinhedos da Quinta do Vale Meão proporciona elevada variabilidade de terroirs, garantindo complexidade aos vinhos portugueses elaborados com uvas que são cultivadas em xisto, granito e aluvião.

Revitalizando a Adega dos Novos e a Adega da Barca velha, a Quinta do Vale Meão foi capaz de unir as novas técnicas de produção aos modelos tradicionais da vitivinicultura. A Adega da Barca Velha, por exemplo, ganhou novos equipamentos, mas permanece como a casa dedicada ao armazenamento dos reputados Vinhos do Porto.

A Quinta do Vale Meão elabora 3 tipos de vinhos tintos, os vinhos de corte Meandro Tinto e Quinta do Vale Meão e o vinho varietal “Monte Meão - Touriga Nacional”. Além disso o produtor elabora também o vinho de corte Meandro Branco, que é produzido com as uvas Arinto e Rabigato, em iguais proporções.

O vinho do porto desse produtor é o “Quinta do Vale Meão Porto Vintage”, que leva pelo menos 5 tipos de uva em sua composição. Esse vinho é colorido e intenso, com bom envelhecimento apresentará notas de frutas frescas.  

Monte Meão Cabeço Vermelho Tinta Roriz 2014 (Quinta do Vale Meão)

Tinto, Tinta Roriz 100%, Portugal

Apo¿s um final de vindima de 2013 muito chuvoso, o Outono surgiu quente e seco com apenas 4 mm de precipitac¿a¿o em Novembro. No final do ano a chuva voltou em forc¿a e os meses de Dezembro, Janeiro e Fevereiro foram extremamente chuvosos - cerca de 400 mm, ou seja, um valor muito pro¿ximo da me¿dia anual desta sub-regia¿o. Neste peri¿odo a temperatura foi sempre mais elevada do que o habitual o que conduziu a uma antecipac¿a¿o na data de abrolhamento de cerca de 15 dias em relac¿a¿o a 2013. Contudo, durante o ciclo vegetativo a temperatura foi mais baixa do que a me¿dia o que, associado a uma precipitac¿a¿o regular de Marc¿o a Agosto fez com que os ni¿veis de stress hi¿drico fossem muito baixos ao longo de todo o ciclo. Assim, obtivemos cobertos vegetais densos e uma produc¿a¿o equilibrada, o que conduziu a uma maturac¿a¿o perfeita. O facto de a temperatura ser mais baixa do que o normal, permitiu uma maior eficie¿ncia fotossinte¿tica das plantas e a precocidade do abrolhamento manteve-se ate¿ a¿ vindima. Assim, iniciamos a vindima no dia 23 de Agosto com a casta T. Amarela. Dada a homogeneidade da maturac¿a¿o, avanc¿amos rapidamente para as restantes castas e por isso, quando surgiram as chuvas de meados de Setembro ti¿nhamos ja¿ cerca de 85% da vindima conclui¿da. O facto de no Douro Superior termos tido um ano mais fresco do que o habitual, sendo o nosso maior desafio a gesta¿o do excesso de calor, permite-nos antever um ano de qualidade excepcional.

R$ 525,65

Comprar