Château de Puligny-Montrachet

Château de Puligny-Montrachet é um ótimo produtor de Bourgogne, especializado em vinhos brancos. Embora tradicional, mudou de dono há poucos anos e desde então tem conseguido excelentes referências. Seu "premier cru" Les Folatières, costuma ser um dos melhores desta denominação.

Le Clos du Château de Puligny-Montrachet é, essencialmente, uma vinha de aproximadamente cinco hectares que fica em frente a um castelo e é totalmente cercada por grandes muros, como uma fortaleza. Isso facilita na pratica dos métodos de agricultura biodinâmica.

Classificadas como AOC Bourgogne, esta vinha está muito bem situada em uma aldeia na fronteira das vinhas Puligny-Montrachet. O solo profundo, composto por lama e argila, dá vida a vinhos generosos e cheios de personalidade, facilmente identificável.

Desde a vinha até à adega, este produtor faz todo o possível para que seus exemplares traduzam com maestria o terroir de seu lugar de origem. Seus vinhos são conhecidos por sua grande pureza aromática, sempre favorecendo o equilíbrio e a elegância em relação ao poder e à extração.

Os rótulos desse Château são expressões clássicas da Borgonha, de suas denominações em geral e de seus terroirs específicos em particular. Os métodos de cultivo que utilizam contribuem para este estilo individual e seus métodos de vinificação visam evitar influências externas excessivas, a fim de trazer o equilíbrio que pode ser encontrado naturalmente no terroir da Borgonha.

Todos os frutos de Puligny-Montreachet são colhidos à mão e, graças às prensas pneumáticas reguláveis e precisas, a qualidade das uvas e o perfil da vindima são controlados. Após uma ligeira sedimentação, os mostos são colocados principalmente em barris de 600 litros, bem como em barris de 228 litros, onde ocorrem as fermentações alcoólicas e maloláticas.

Para o envelhecimento, são usados cerda de 5 a 20% de barris novos, feitos principalmente de madeira de Allier que propiciam um longo, mas leve tostar. A primeira estratificação ocorre após cerca de um ano de envelhecimento em madeira. Depois disso tem início a segunda fase de envelhecimento, que dura de quatro a seis meses em aço inoxidável, que preserva o frescor e tensão do vinho. O envelhecimento termina com uma ligeira afinação seguida de uma filtração leve antes do engarrafamento. 

22 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por