Nova Zelândia

Consagrada por elaborar alguns dos melhores Sauvignon Blanc do mundo, a Nova Zelândia também é a casa de saborosos Chardonnay e extraordinários vinhos tintos. Os Chardonnays de Kumeu River são os melhores do país, e entre os grandes vinhos brancos do mundo.

Porém, a coqueluche do momento são os excelentes Pinot Noir — uva temperamental, que se adaptou incrivelmente bem ao clima frio do país, produzindo alguns vinhos ricos, cheios de classe e elegância. Alguns são mais alegres e cheios de fruta, mas os melhores — como os exaltados rótulos de Isabel Estate, Felton Road e Martinborough Vineyards — são finos e complexos, mas com um estilo mais potente quando comparado ao borgonhês.

O clima frio do país também dá origem a alguns maravilhosos Cabernet Sauvignon, de muita finesse e elegância, produzidos na região de Hawke’s Bay, entre as mais quentes da Nova Zelândia. Os vinhos neozelandeses são caracterizados pela incrível pureza, intensidade e vivacidade, onde o longo período de maturação é responsável por desenvolver melhor seus sabores, mantendo a acidez fresca e um notável equilíbrio.

A Nova Zelândia possui particularidades como nenhum outro país, assim como os vinhos neozelandeses, que desfrutam de uma identidade sem igual, agradando aos mais diferentes paladares. Os vinhedos do país se beneficiam do efeito moderado do clima marítimo, com elevada incidência solar e noites refrescadas pela brisa do mar. Uma curiosidade sobre as vinhas do país: nenhuma é cultivada a mais de 120 quilômetros longe do litoral.

A protagonista dos vinhos da Nova Zelândia é a uva Sauvignon Blanc. Não existe vinho branco seco no mundo que seja mais frutado do que o Sauvignon Blanc neozelandês. A força dos seus aromas faz com que o exemplar seja uma boa recomendação para quem está começando no mundo do vinho. Além disso, o país também dá origem a excelentes vinhos Pinot Noir, Chadonnay, Riesling, Syrah, Gewürztraminer, Merlot, Pinot Gris e Cabernet Sauvignon.

O país não conta com um sistema de denominação de origem complexo, mas está dividido em 11 regiões vinícolas distintas, onde Marlborough é a principal entre elas, concentrando cerca de 73% da produção total de vinho no país. Northland, Auckland, Waikato, Bay of Plenty, Gisborne, Hawke’s Bay, Wairarapa, Nelson, Canterbury (ou Waipara Valley) e Central Otago são as demais regiões da Nova Zelândia.

55 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por