Godello

A uva Godello, nativa do noroeste da Espanha, é uma variedade rara encontrada apenas no seu país de origem e em Portugal, onde é conhecida como Gouveio.

Trata-se de uma uva branca, com cachos compactos e pequenos, bem como seus bagos, arredondados e pequenos, com coloração verde amarelada. Sua pele é espessa e a polpa possui consistência média, além disso a videira da uva Godello é relativamente vigorosa, mas, regularmente abaixo da produtividade.

Os vinhos produzidos a partir da uva Godello são exemplares que possuem excelente relação entre a acidez e o álcool. Ou seja, tais vinhos podem alcançar um alto nível de graduação alcoólica e apresentarem uma acidez natural elevada, o que lhes possibilitam uma boa capacidade de envelhecimento. Outra característica marcante nos vinhos Godello é a excelente mineralidade que tais exemplares possuem, qualidade extremamente apreciada nos dias de hoje.

É na região espanhola de Valdeorras que a Godello expressa sua máxima elegância. Com clima mediterrânico continental, Valdeorras sofre influência do oceano Atlântico, criando um clima ideal para a produção de vinhos brancos de alta qualidade. O vinho mais expressivo produzido com a uva Godello na denominação de origem Valdeorras é o Valdeorras Godello, elaborado com 100% da mesma variedade que lhe dá o nome.

Na década de 1970, a uva Godello quase foi extinta e sobreviveu graças ao esforço de alguns produtores regionais, principalmente da Galícia, que através de algumas vinhas remanescentes conseguiram reverter a tendência de extinção dessa variedade.

Atualmente, encontram-se apenas, cerca de, 1.200 hectares da Godello em áreas vinícolas espanholas e 2.000 hectares em Portugal. Apesar disso, a demanda por vinhos produzidos a partir dessa variedade de uva vem crescendo, com interesse, principalmente, do mercado americano e em versões fermentadas em barril.

A preferência do consumidor americano por vinhos produzidos a partir da uva Godello relaciona-se com a semelhança que essa variedade possui com a uva Chardonnay. Os vinhos elaborados com a Godello em sua versão sem madeira tornam-se mais minerais, remetendo aos vinhos produzidos em Borgonha. Já os vinhos produzidos em versões amadeiradas remetem aos maravilhosos Chardonnay elaborados na Califórnia.