Malvasia Nera

A uva Malvasia Nera, conhecida também como Black Malvasia, é a variante de coloração mais escura entre a família Malvasia. Essa variedade de casta é extremamente aromática e, graças à sua pele fina, pode ser utilizada na elaboração de bons vinhos espumantes, secos e doces, bem como em alguns exemplares rosés.

A Malvasia Nera é cultivada em diversas áreas vinícolas da Itália e no Mediterrâneo, sendo utilizada com maior frequência na elaboração de vinhos de corte, ao invés de varietais. No entanto, os exemplos de maior importância entre os varietais Malvasia Nera são dois vinhos rotulados sob importantes denominações de Piemonte – Malvasia di Casorzo e Malvasia di Castelnuovo Don Bosco.

Mais ao sul da região da Puglia, a uva Malvasia Nera aparece comumente ao lado da casta Negroamaro, onde recebe maior importância em Salice Salentino. Encontra-se também essa variedade de uva na Umbria, utilizada na elaboração de diferentes estilos de vinhos, também ao lado da tradicional uva Negroamaro.

Até a década de 1990, era uma prática comum na região da Toscana misturar a uva Malvasia Nera com a casta Sangiovese, visto que a Malvasia Nera é responsável por adicionar caráter achocolatado e riqueza de complementos na natureza mais rústica da Sangiovese.

No entanto, alguns produtores optam por utilizar a Cabernet Sauvignon ao lado da uva Sangiovese, ao invés da Malvasia Nera. Essa prestigiosa uva é responsável por dar origem a expressões mais ousadas e mais pronunciadas, substituindo a Malvasia Nera na elaboração de blends na Toscana.

Além disso, a Malvasia Nera é uma variedade de pele escura, cultivada, principalmente, em regiões do sul da Itália, como a Calábria, e responsável pela elaboração de vinhos com coloração vermelho-rubi, que apresentam de leve a médio corpo e sabores de ameixa e cereja.