Manto Negre

A Manto Negre é uma variedade de pele escura encontrada quase que, exclusivamente, na região de Mallorca – uma das maiores das ilhas Baleares, na Espanha. Trata-se de uma casta simples e ideal para a produção de vinhos tintos fáceis de beber, no entanto, a variedade apresenta uma fácil tendência a oxidar prematuramente e roubar toda sua “qualidade” necessária para o envelhecimento.

Quando a uva Manto Negre é misturada ao lado da tradicional casta Callet, a variedade apresenta potencial para dar origem a vinhos mais estruturados. A denominação de origem de Binissalem é a principal DO que utiliza a Manto Negre para a elaboração de seus vinhos.

Com aparência semelhante a popular uva Grenache, as vinhas da Manto Negre apresentam brotação precoce e maturação tardia e dão origem a rendimentos prolíficos. Por causa da sua localização, na região de Binissalem, as videiras ficam protegidas a partir do norte pela Serra de Tramontana, cultivadas em terrenos que não excedem 200 metros de altitude, onde o risco de geada é praticamente nulo. Apesar disso, as vinhas da Manto Negre são sensíveis a mudança de temperatura, as chuvas, ao míldio e a podridão.

Os cachos da uva Manto Negre apresentam tamanho mediano, são compactos e alguns possuem o formato de uma ânfora, ou seja, vasos antigos com origem na Grécia produzidos sempre em barro ou terracota. Suas bagas são esféricas, médias e com coloração escura.

Os vinhos tintos elaborados a partir da Manto Negre, geralmente, não são exemplares muito expressivos, mas podem alcançar altos níveis de álcool. Além disso, são vinhos de corpo baixo, que fornecem aromas florais, frutados e, por vezes, de caramelo, bem como um paladar equilibrado e macio.

Os Baleares, ou Las Islas Baleares, formam uma das 17 regiões administrativas oficiais da Espanha. Este arquipélago situa-se cerca de 95 quilômetros a leste da Península Ibérica, no Mediterrâneo ocidental. Lar da uva Manto Negre, as quatros maiores ilhas de Baleares são Mallorca, Menorca, Ibiza e Formentera.