Rkatsiteli

A uva branca Rkatsiteli, originária da Geórgia, é uma variedade bastante antiga, cultivada há milênios em diversas regiões do país, sobretudo na zona vinícola de Kakheti, onde elabora vinhos em grande quantidade e com excelente qualidade.

Do outro lado do Mar Negro, a Rkatsiteli também desempenha um papel significativo em vários países, como na Ucrânia e na Bulgária, onde ocupa o primeiro lugar entre as variedades de uvas brancas mais plantadas. Além disso, essa uva é amplamente cultivada na Romênia, Moldávia e Armênia, apresentando elevados rendimentos.

Sua localização restrita encontra no Cáucaso, região geográfica que conecta a Europa e a Ásia, as condições climáticas ideais para atingir seu ápice qualitativo. É nessa área que a uva Rkatsiteli encontra seu melhor estado, adaptando-se muito bem aos invernos rigorosos e retendo boa acidez mesmo nos verões mais quentes.

Além disso, a Rkatsiteli apresenta excelente versatilidade, isto é, seu equilíbrio entre açúcar e acidez a torna adequada para o uso em vinhos espumantes, de mesa, doces e até mesmo em exemplares fortificados.

Fora da Europa, a uva Rkatsiteli é cultivada em Orange Country, Virginia e nas proximidades dos Finger Lakes, grupo de onze lagos localizados no centro de Nova Iorque. Essas regiões possuem clima similar ao encontrado no Cáucaso e em algumas áreas vinícolas da Geórgia, com invernos rigorosos e verões cálidos.

Enquanto temperaturas rígidas podem contribuir para que muitas variedades de uva percam sua acidez e estrutura, a Rkatsiteli, no entanto, tem ácidos naturalmente robustos e açúcares em medidas iguais, sem deixar que o clima influencie suas principais características. Conhecida também como Baiyu e Corolioc, a Rkatsiteli dá origem a vinhos contidos e extremamente frescos, com a presença intensa de sabores e aromas.