Seyval Blanc

A Seyval Blanc é a variante mais bem-sucedida entre inúmeras castas híbridas da França e foi criada por Bertille Seyve e Victor Villard, no século XX. A Seyval Blanc é uma variedade de pele clara, altamente produtiva e que amadurece no início da temporada, fator responsável por a tornar uma uva típica de regiões com climas frios.

Encontram-se vinhedos da Seyval Blanc cultivados em regiões do Canadá e dos Estados Unidos, bem como na Inglaterra, onde a variedade é uma das mais cultivada do país. Na Inglaterra, a uva Seyval Blanc participa, principalmente, da composição de vinhos espumantes.

Já nos Estados Unidos, a Seyval Blanc é amplamente plantada em Nova Iorque e utilizada na elaboração de excelentes vinhos brancos secos. Essa variedade é, muitas vezes, apontada como uma uva que apresenta características e sabores que ficam entre a Chardonnay e a Sauvignon Blanc, no entanto, a maior semelhança está entre a Chardonnay e Seyval Blanc, pois ambas possuem elevados níveis de acidez e apresentam resposta positiva à maturação em barris de carvalho e à fermentação malolática, que transforma ácido málico em ácido lático, controlando melhor a acidez.

Com bagos pequenos e pele verde, a Seyval Blanc tem grandes cachos que brotam cedo, amadurecem no início da estação e apresentam um rendimento altíssimo que precisam ser contidos na hora certa.

Conhecida também como Seyvel Villard e Seival, a uva Seyval Blanc é considerada uma “variedade-mãe” de muitas outras, isto é, a partir dela foram criadas outras variantes, incluindo a uva Chardonel, variedade branca criada em Nova Iorque; a casta Phoenix; e a cepa Cayuga, variedade híbrida franco-americana, cultivada principalmente na região de Finger Lakes.

Por se tratar de uma casta híbrida, a Seyval Blanc não é autorizada pela União Europeia na elaboração de vinhos de origem. No entanto, uma das suas principais variantes – a Phoenix – está isenta da classificação “híbrido” e pode ser utilizada sem nenhuma restrição.