Vignoles

A uva Vignoles, conhecida também como Ravat Vignoles, é uma variedade híbrida produzida na França, mas, atualmente, é cultivada em áreas vinícolas dos Estados Unidos, em especial, em Nova York e em Missouri. Os vinhos elaborados a partir da Vignoles podem apresentar diferentes estilos, desde exemplares doces até rótulos mais secos, com notas de mel e frutas cítricas, graças a ampla versatilidade da variedade.

A variedade foi criada na década de 1930, em Saone-et-Loire, pelo especialista J. Ravat. O principal objetivo era criar uma casta que apresentasse a tradicional uva Pinot Noir ou Chardonnay em sua composição, juntamente com outras variedades híbridas regionais.

No entanto, a Vignoles não é utilizada na produção de vinhos na França, visto que a única variedade híbrida autorizada é a Baco Blanc, rotulada sob as denominações no país. Apesar disso, a uva Vignoles ocupa um notório espaço nas regiões vinícolas dos Estados Unidos, local onde as castas híbridas contribuem significativamente para a indústria vinícola.

As vinhas da Ravat Vignoles se adaptam com maior facilidade em regiões com climas continental frio, responsável por favorecer o brotamento tardio e o amadurecimento precoce da variedade. Com resistência moderada contra baixas temperaturas, as uvas Vignoles apresentam pele grossa e bagos pequenos, os que a torna altamente suscetível a tradicional podridão nobre – responsável pela elaboração de alguns dos melhores vinhos doces do mundo, como os Sauternes e Tokaji.

Os altos níveis de acidez e açúcar encontrados na uva Vignoles a tornam uma excelente opção para produtores e enólogos que desejam elaborar vinhos de sobremesa e, se a área de cultivo apresentar climas frios, pode-se dar origem também aos famosos ice wines, produzidos a partir de uvas congeladas.

A Ravat Vignoles é utilizada, majoritariamente, na elaboração de vinhos varietais, embora em raras ocasiões é misturada ao lado de outras variedades, a fim de adicionar maior complexidade e estrutura aos exemplares.