Pazo de Señorans

Pazo Señoráns é considerado o maior especialista da deliciosa casta galega Abariño, conhecida em Portugal como Alvarinho. Robert Parker lhe confere altas notas, chamando-o de "a resposta espanhola para Condrieu". Para o jornalista, é um vinho "altamente complexo, sedutor, refrescante e puro". Ele foi o vinho branco espanhol a receber a maior nota do reputado Guia de Vinos Gourmet. O Seleccíon de Añada é ainda melhor, produzido apenas em anos excepcionais.

O edifício principal do Pazo Señoráns é um antigo palácio convertido em adega, localizado em Rías Baixas, a alguns quilômetros de Santiago de Compostela. Um magnífico representante das casas solariegas, que datam do século XVI, Pazo Señoráns tornou-se oficialmente um produtor de vinhos em 1989, embora o cultivo de vinhas pelo casal Marison Bueno e Javier Mareque já ocorria alguns anos antes.

Os vinhedos de Pazo Señoráns são cultivados, unicamente, com a tradicional uva Albariño, em um sistema chamado pérgula. As vinhas encontram-se espalhadas por diferentes áreas próximas ao mar e, devido a composição do solo que possui alta capacidade de drenagem, é responsável pela produção de uvas com excelente frescor e aroma.

Os vinhos Pazo Señoráns refletem as características da região e as peculiaridades da uva Albariño. Todos os anos, há investimentos em melhorias para o cultivo e colheita das uvas, visando aumentar a qualidade dos exemplares, tornando-os capazes de agradar aos mais diversos paladares. "Nós elaboramos vinhos honestos, que dão à boca o que prometem ao nariz e que expressam a máxima qualidade de cada vintage", garantem os enólogos da vinícola.

Com identidade e características únicas, o cenário em Pazo Señoráns é composto por terras baixas, situadas em alturas médias de 300 metros, próximas ao mar e a zonas inferiores de rios. Além disso, as condições climáticas na região são bastante favoráveis, marcadas por temperaturas amenas, elevado índice pluviométrico e períodos secos durante o verão. Os solos, raros e típicos de Rías Baixas, são compostos por granito rachado, graças a umidade intensa da região, adicionando aos vinhos notas minerais e florais.