Rheingau

A região de Rheingau é uma das mais celebradas áreas vinícolas alemãs, ainda que represente apenas 3% do total de vinhedos do país. A Alemanha é berço de alguns dos melhores e mais longevos vinhos brancos do mundo, produzidos com a aristocrática uva Riesling. Existe uma grande variedade de estilos incluindo os populares vinhos secos, vinhos bem doces e os ótimos semi-doces, excelentes companhias para muitos pratos da nova cozinha asiática. 

Os vinhos alemães ainda sofrem com a imagem do péssimo Liebfraumilch, que nada tem a ver com os melhores vinhos. Historicamente, os melhores vinhos alemães sempre foram mais caros que os melhores vinhos de Bordeaux. Hoje, é possível comprar vinhos fantásticos por preços bem convidativos.

O clima em Rheingau é ameno, graças à proximidade da região ao rio Reno, importante afluente europeu. A influência do rio Reno é grande nas vinhas de Rheingau, refletindo luz nos vinhedos e moderando a temperatura da área. Além disso, a maioria dos vinhedos localiza-se em colinas ou encostas íngremes.

Segundo estudos arqueológicos realizados na região, acredita-se que as primeiras vinhas de Rheingau surgiram na época do império de Carlos Magno, durante a ocupação dos francos. A elaboração e o cultivo das uvas na região perduram por séculos, demonstrando a enorme tradição que o vinho possui em Rheingau.

A região de Rheingau é conhecida pela predominância do cultivo de uvas brancas, que ocupam cerca de 80% dos vinhedos da região alemã. Os 20% restantes são destinados ao cultivo de uvas tintas. Rheingau segue as tradições vinícolas de seu país, a Alemanha, onde 84% dos vinhedos apresentam a uva Riesling como protagonista.

Outra uva que possui destaque na região alemã é a uva Blauer Spätburgunder, um nome local para a conhecida Pinot Noir. A uva é a segunda mais cultivada na região de Rheingau, originando vinhos de ótimo corpo e textura aveludada.

Com temperatura média anual de apenas 10ºC, a região alemã é conhecida também pelos deliciosos vinhos doces elaborados a partir de uvas botritizadas, ou seja, uvas atacadas pelo fungo Botrytis cinerea que ocasionam a podridão nobre. Os cachos são atacados enquanto ainda se encontram nos vinhedos, originando uvas que apresentam maior concentração de açúcar e sabor.

Os vinhos elaborados na região alemã de Rheingau caracterizam-se por apresentarem bom corpo e caráter frutado. Um dos mais clássicos vinhos da região é o vinho branco seco, elaborado a partir da uva Riesling, possuidor de aromas cítricos e marcante acidez.

23 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por