Albariño

A uva Albariño é uma das castas brancas de maior reputação da Península Ibérica, famosa por originar vinhos brancos frescos e aromáticos. Quando elaborados por um produtor de renome, os vinhos brancos podem ser muito cativantes, combinando aromas florais de frutas brancas com bom corpo e ótima acidez.

Originária da Galiza, região com clima bastante úmido e frio, a Albariño é amplamente cultivada na Espanha e em Portugal, onde é conhecida como Alvarinho ou Cainho Branco. Enquanto na Espanha a uva Albariño é utilizada na produção de prestigiados vinhos brancos, em Portugal a variedade é utilizada na produção dos renomados Vinhos Verdes.

Antigamente, a uva Albariño era empregada com alta frequência na elaboração de vinhos de corte, ao lado das castas Loureiro, Godello, Caiño, Arinto e Treixadura. Em meados dos anos 1980, após a descoberta do enorme potencial da Albariño, vinhos varietais começaram a ser produzidos com grande sucesso, sendo considerados alguns dos melhores vinhos da Espanha.

Apesar dos bagos pequenos, a uva Albariño possui uma pele grossa que a permite suportar frios rigorosos, e seu acentuado teor de açúcar pode resultar em vinhos com alta concentração de álcool e acidez sem perder o equilíbrio.

Os vinhos brancos elaborados a partir da Albariño são marcados por intensos aromas e sabores, além de possuírem uma boa capacidade de envelhecimento. Tais exemplares harmonizam-se melhor com pratos que contenham frutos do mar, graças à elevada concentração de acidez, sabor cítrico e característica mineral que apresentam.

As melhores uvas Albariño são cultivadas em Rías Baixas, na Galiza, elaborando alguns dos melhores vinhos brancos espanhóis, de boa estrutura e extremamente elegantes. Em razão da sua alta qualidade, houve um crescente interesse por essa variedade de uva e a Albariño passou a ser cultivada em outras regiões vinícolas ao redor do mundo, em países como Nova Zelândia, Estados Unidos, França e Argentina.