Silvaner

A uva branca Silvaner, cultivada especialmente na Alsácia e na Alemanha, é ideal para a elaboração de vinhos de corte, pois, quando associada a uvas mais doces, como as castas Riesling e Elbling, produz vinhos de alta qualidade. Por outro lado, quando combinada com a uva Morio Muskat, variedade extremamente aromática, a Silvaner é capaz de originar vinhos de elevado sabor.

Os exemplares que apresentam a uva Silvaner em sua composição são considerados vinhos neutros e muito ricos em acidez, sugerindo sabores e aromas de frutas cítricas e amêndoas. Alguns dos principais vinhos elaborados a partir da uva Silvaner têm sua origem na região de Franken, na Alemanha. O solo argiloso e calcário da região propicia a criação de vinhos mais corpulentos, enquanto o clima gélido impede que os níveis de acidez caiam.

Mais popular entre os vitivinicultores do que entre os amantes do vinho, a uva Silvaner se adapta facilmente a variados tipos de solo, apresentando um rápido amadurecimento e rígida proteção contra o ataque de doenças fungicas, tal como uma ótima resistência às geadas invernais. Apesar de sua elevada produtividade, os melhores resultados aparecerão quando o cultivo da uva Silvaner for contido e moderado.

No século passado, graças a sua participação na elaboração do vinhos alemães do tipo Liebfraumilch, a uva Silvaner foi largamente cultivada e teve seu ápice de consumo. Em regiões da Alemanha onde a elaboração dos Liebfraumilch era proibida, a Silvaner tomou caminhos diferentes. Em Franconia, no norte da Bavária, a casta era utilizada na produção de vinhos secos e de grande elegância.

A uva Silvaner já foi a uva mais cultivada da Alemanha, chegando a ocupar cerca de 30% dos vinhedos do país. Hoje, entretanto, esse tipo de uva representa apenas 5% dos vinhedos germânicos. É possível encontrar essa variedade de uva fora da Alemanha, em regiões como a Áustria, Austrália, Suíça, Romênia, Califórnia, França e Eslováquia, entre outros, onde pode apresentar outros nomes como: Grüner, Moravka, Sylvaner Verde, Salfin, Zinifal e Gros-Rhin.