Terret

A Terret Blanc é uma variedade de uva branca nativa da região de Languedoc-Roussillon, no sul da França. Ao lado da sua “irmã” tinta, a uva Terret Gris, a Terret Blanc já foi amplamente utilizada na elaboração de vinhos brancos secos e vinhos base para Vermouth. No final do século XX, os vinhedos da Terret Blanc diminuíram drasticamente ao lado do declínio da demanda de vinhos aromáticos neutros e dos vinhos de Vermouth.

A uva Terret Blanc é uma das várias mutações da família Terret, sendo uma das castas mais antigas do sul da França. As vinhas da Terret Blanc apresentam elevada propensão a mutação, além disso, a coloração dos frutos pode variar de acordo com cada safra. Alguns produtores relataram que algumas vinhas podem dar origem a uvas Terret Blanc e Gris, simultaneamente.

Assim como a Terret Gris, as vinhas da Terret Blanc apresentam alto rendimento, produzindo, facilmente, mais do que o dobro da média do rendimento da maior parte das vinhas. Os vinhos elaborados a partir da Terret Blanc são frescos, secos, leves, nítidos e com sutis aromas florais.

As regiões de Minervois, Languedoc-Roussillon e Corbières permitem o uso da uva Terret Blanc em seus vinhos brancos, em proporções que variam entre 10 e 30%. As clássicas variedades francesas do sul, como as uvas Bourboulenc, Macabeo, Roussanne, Grenache Blanc e Marsanne, são responsáveis por compor o restante destes vinhos.

Um pequeno número de vinhos varietais Terret Blanc são produzidos, normalmente rotulados como Vin de Pays ou Vin de Table. Poucos produtores e enólogos cultivam a uva Terret Blanc fora do território francês, em especial, no sul do país.

O Marius Blanc, do produtor M. Chapoutier, é um vinho branco seco elaborado com as uvas Terret Blanc e Vermentino. Trata-se de um excelente branco elaborado em Languedoc-Roussillon, onde as duas castas utilizadas possuem raízes mediterrâneas, resultando em um vinho descontraído, alegre, frutado e com uma agradável untuosidade.