Parcele em até 6x Sem Juros. Parcela mínima de 99 reais.

    • Bodega Lanzaga (Telmo Rodriguez)

      Lanzaga é simplesmente a mais premiada vinícola da Rioja dos últimos anos. Os prêmios incluem as cobiçadas notas 100 de Robert Parker e James Suckling para o cultuado Las Beatas, além de dezenas de notas superiores a 95 pontos. Com a Bodega Lanzaga, Telmo Rodriguez resgatou os vinhos da Rioja que expressam o terroir de cada parcela, nos mesmos moldes dos vinhos da Borgonha. Puros e precisos, os Riojas de Lanzaga combinam uma grande pureza, profundidade de fruta com um estilo elegante e fácil de gostar. Além dos raríssimos e cultuados vinhos de parcela, a vinícola também elabora alguns dos vinhos de melhor relação qualidade/preço do Velho Mundo.

      Telmo Rodriguez retornou à Rioja em 1998 decidido a elaborar vinhos na Rioja que resgatassem os vinhos produzidos na região no séc. XVIII. A ideia era de produzir vinhos com diversas castas diferentes, que expressassem cada pequena parcela do rico terroir desta região e que fossem companhias perfeitas para uma refeição. Quando a filoxera atacou os vinhedos de Bordeaux no final do séc. XIX, a Rioja estruturou suas vinícolas no mesmo modelo dos grandes châteaux de Bordeaux, combinando uvas de diversas áreas para fazer vinhos que mostrassem o estilo das vinícolas e que fossem capazes de suprir a demanda internacional por vinhos de qualidade. O sucesso do novo modelo de vinhos da Rioja foi tão grande que os vinhos de parcela praticamente desapareceram da região. No final do séc. XX, surgiram vinhos de vinhedos únicos, mas o estilo muito concentrado, que estava em moda na época, não permitia aos vinhos que mostrassem a “assinatura” de cada micro-região. Telmo estudou minuciosamente seus vinhedos em Lanciego e dividiu as pequenas parcelas, mostrando assim uma Rioja que havia ficado esquecida no tempo. Além dos vinhos de parcela, foram criados vinhos leves e gastronômicos, que ficam ainda mais deliciosos quando acompanhados por comida.

      Os vinhos Corriente, LZ e Lanzaga estão entre os maiores achados do vinho espanhol. Elaborados com técnicas tradicionais, como a fermentação em tanques de concreto e maturados em barricas de carvalho de diversos tamanhos, mostram um pouco da riqueza da região de Lanziego de Álava. A agricultura orgânica e a mínima intervenção na vinificação resultam em vinhos limpos, frescos e deliciosos, com ótima complexidade.

      Os vinhos de parcela de Lanzaga são verdadeiras raridades, se esgotando em poucos meses na Europa e nos Estados Unidos. O Las Beatas é um vinhedo de 1,9 hectare em Labastida, no extremo nordeste de Rioja Alavesa. O solo é arenoso, com blocos de calcário argiloso (marga). O íngreme vinhedo está distribuído em 10 terraços, de diferentes orientações, plantados com 9 castas diferentes, com predominância da Tempranillo. Tabuérniga é uma parcela de 2,7 hectares em Labastida que origina vinhos austeros, profundos e elegantes. La Estrada é uma minúscula parcela de 0,67 hectare em Lanziego plantada nos anos 1940. O vinho é incrivelmente elegante e equilibrado, lembrando o estilo de um vinho da Borgonha segundo o editor da Wine Spectator Matt Kramer.

      A Bodega Lanzaga elabora uma coleção de vinhos simplesmente imperdível para qualquer enófilo que deseja descobrir um pouco mais sobre a mágica região da Rioja.

      + ver mais