Costers del Segre

Região catalã que despontou nos últimos anos, com vinhos de altíssima qualidade, mais acessíveis e fáceis de beber que os potentes vinhos do Priorato. Em geral, esses exemplares são muito saborosos, concentrados e frutados, vinhos, acima de tudo, muito prazerosos de se beber.

A região apresenta características geográficas e climáticas bastante variadas de uma sub-região a outra, o que traz influências distintas aos vinhos produzidos ali. Próximo da bacia do Rio Segre, por exemplo, que fica entre as montanhas dos Pirineus e o rio Ebo, o clima é altamente influenciado pelo mar e apresenta elevada incidência solar, além de baixo nível pluviométrico e nevoeiro persistente, principalmente no inverno. Nesses locais, as vinhas são cultivadas em solos calcários e em altitude que varia entre 200 e 400 metros.

Já as sub-regiões Guarrigues e Vale do Riucorb apresentam solo árido, e as sub-regiões setentrionais, como Artesa e Pallars, expressam a influência do Pirineus e da altitude, propiciando um clima continental. Em contrapartida, as subzonas do Segrià e Pla de Lleida têm sua produção vinícola comprometida pelo fato de as terras de cultivo serem mais secas.

Em toda a região de Costers del Segre, alguns tipos de uva locais, como a uva Samso, tiveram sua produção reduzida para que castas de grande prestígio internacional pudessem ganhar espaço nos vinhedos, entre elas está a variedade local Monastrell e a famosa Cabernet Sauvignon.

Como toda Denominação de Origem Controlada, a produção vitivinícola em Costers del Segre segue normas e parâmetros de produção, um deles reafirma a importância de a produção de vinhos tintos e brancos não exceder 120 hectolitros por hectare cultivado.

Do mesmo modo, os métodos de elaboração empregados nesta região contam com avançadas tecnologias, que incluem um sistema preciso de extração do suco da uva: o volume ideal raramente excede 75 litros de vinho para cada 100 kg de uvas colhidas.

Os vinhos brancos elaborados em Costers del Segre apresentam graduação alcoólica mínima de 10,5% e máxima de 14,5%, enquanto os vinhos tintos têm mínima de 11% e máxima de 14,5%. Os vinhos rosés, por sua vez, apresentam menor teor alcoólico, chegando a, no máximo, 13,5%.

Algumas das vinícolas mais importantes da região catalã, responsáveis pelo prestígio que a denominação traz aos seus vinhos são Tomàs Cusiné, Celler de Cantonella, Castell del Remei. Vale a pena conhecer!

6 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por