Bourboulenc

A Bourboulenc é uma uva branca antiga, que dá origem a vinhos com tons cítricos, bastante complexos e com notável picância. Cultivada, principalmente, em regiões vinícolas no sul da França, a uva Bourboulenc é utilizada na produção de vinhos de corte em áreas de Languedoc-Roussillon, Vale do Rhône e Provence.

Por ser amplamente cultivada na França, a uva Bourboulenc participa da elaboração de excelentes vinhos brancos sob inúmeras denominações, tais como Chateauneuf-du-Pape, La Clape, Corbieres, Bandol e Minervois, ao lado das uvas Clairette e Grenache Blanc.

As vinhas da antiga Bourboulenc são fáceis de trabalhar e estão entre as preferidas dos vinicultores, pois oferecem  bons rendimentos e excelente resistência contra doenças encontradas comumente nos vinhedos. Essa variedade de uva necessita de um período extenso para que atinja a correta maturação e, particularmente, em regiões com clima mediterrâneo – quente e seco –, a Bourboulenc mantém sua acidez natural, adicionando caráter singular e marcante aos vinhos.

Visto que a casta Bourboulenc apresenta notáveis níveis de acidez, tal variedade é utilizada em vinhos de corte a fim de adicionar maior acidez e estrutura equilibrada aos exemplares, embora em alguns vinhos adicione também notável sabor picante.

A uva branca Bourboulenc é bastante antiga, com menções na literatura que datam do século XVI. Acredita-se que essa variedade seja nativa de Provence e que seu nome faz referência a algum importante vinhedo da região, no entanto, para alguns especialistas a Bourboulenc é nativa da Grécia, onde é conhecida como Asprokondoura.

Por ser uma casta muito antiga, possui uma enorme variedade de nomes pelos quais é conhecida, em várias regiões da França e do mundo. São os seguintes: Blanquette du Frontonnais, Berlou Blanc, Blanquette, Blanquette du Gard, Picardan, Roussaou, Clairette Rousse, Clairette Doree, Burbulen, Bourbounenco, Bourboulenque, Clairette á Grains Ronds, Clairette Grosse, Malvoisie a la Clape, entre outros.