Inama

Inama revolucionou a denominação Soave ao apresentar vinhos bem mais robustos e encorpados, maturando a casta Garganega em barricas de carvalho. Segundo o Gambero Rosso, “Inama representou um marco divisório na região de Soave e, mais de 10 anos depois, continua a ser, ao mesmo tempo, referência e contradição para toda a denominação”.

Com um território de 30 hectares, a vocação da vinícola Inama volta-se para o plantio de uvas brancas devido à natureza vulcânica que os solos apresentam: a lava de basalto puro, o único com essas características na Itália. Acredita-se que a uva Garganega, única uva utilizada para a produção do Soave Clássico, possua pelo menos 2.000 anos de residência na região vinícola onde encontra-se Inama.

O Soave Clássico, maturado em tanques de aço inoxidável, é “uma escolha perfeita para o dia a dia” segundo o guia Duemilavini, e merece a estrela de excepcional relação qualidade e preço do Gambero Rosso. O Vigneti di Foscarino, por sua vez, é parcialmente maturado em barricas de carvalho, sendo mais potente e encorpado, com um distinto acento mineral. Para Robert Parker, que classificou a safra de 2007 com 90 pontos, “Inama oferece alguns dos brancos mais ricos de todo o Veneto”.

O Vulcaia é um dos vinhos mais particulares elaborados com a uva Sauvignon Blanc, lembrando alguns vinhos do Vale do Loire, enquanto o Chardonnay é gordo e cheio de notas de frutas maduras. Entre os vinhos tintos – “talvez ainda mais interessantes que os brancos” na opinião de Robert Parker – a novidade fica por conta do Carmenère Più, elaborado com a casta Carmènere cortada com pequenas parcelas de Merlot e Raboso Veronese. Logo em sua primeira safra foi descrito como “fantástico” por Robert Parker, que classificou o 2006 com 89 pontos, ressalvando que o vinho poderia facilmente chegar aos 90 pontos.

O Bradissimo, por sua vez, é um corte de Cabernet Sauvignon com 30% de Carmenère. Descrito como “refinado e elegante” por Robert Parker, o exemplar mereceu a máximas “5 grappoli” do Duemilavini na última safra avaliada. O Oratorio di San Lorenzo, “com notável riqueza e densidade”, segundo Robert Parker, é sem dúvida um dos maiores vinhos tintos do mundo elaborados exclusivamente com a casta Carmenère.

Inama também elabora um ótimo vinho doce com a casta Sauvignon Blanc, o exuberante Vulcaia Après -— “delicioso” segundo a revista Wine Spectator.

8 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por