Tikal (Ernesto Catena)

Os premiados vinhos Tikal são elaborados em pequenas quantidades pelo talentoso Ernesto Catena, filho de Nicolás Catena, que segue um caminho muito próprio e criativo com seus inovadores e estilosos vinhos tintos.

Os poderosos vinhos Patriota, Amorío e Júbilo são todos ricos, fantásticos e com um toque achocolatado, merecendo altas notas e grandes elogios da Wine Spectator. As poucas garrafas são disputadíssimas pelos apreciadores de grandes vinhos tintos do Novo Mundo, e se esgotam rapidamente no mundo todo.

Por sua vez, os maravilhosos Tahuantinsuyu são densos, concentrados e modernos varietais, cheios de personalidade, com uma excelente relação entre qualidade e preço. Os Siesta en el Tahuantinsuyu são ainda mais encorpados, merecendo descansar um pouco na adega ou serem decantados para mostrarem suas melhores qualidades.

Os vinhos de Tikal são todos argentinos em um estilo diferente e original e, como diz a Wine Spectator, “fantástico, de virar a cabeça”.

Ernesto Catena passou sua infância nos vinhedos da região de Mendoza, entre os viticultores e especialistas locais da tradicional vinícola Catena Zapata. Desde então, Ernesto tem convivido com inúmeras culturas ao redor do mundo, no entanto, atualmente vive na Argentina gerenciando Tikal.

Existem poucas marcas de vinho que refletem as sensibilidades do seu proprietário mais do que Tikal, demonstrando através dos exemplares produzidos. Um estilo concebido a fim de proporcionar prazer aos seus consumidores, uma expressão de emoção, onde Ernesto nomeou seus vinhos com paixão – Patriot, Corazón, Amorío e Jubilo.

Luís Reginato é o produtor responsável, atualmente, em Tikal. Trata-se de um enólogo jovem, mas altamente respeitado e com longa experiência na adega de família em Mendoza. Considerado um talento ascendente, Luís já vem conquistando grandes elogios dos críticos de vinhos norte-americanos.

Um dos principais vinhos da casa é o Alma Negra Tinto, elaborado a partir de um corte secreto de uvas, conhecido como Mistery I. A safra de 20163 recebeu nada menos do que 91 pontos do crítico Robert Parker, com um bouquet exuberante e exótico, bem como um palato macio e intenso.

21 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por