Toscana

Toscana é uma das mais célebres regiões italianas, que produz alguns vinhos de altíssima qualidade, entre os melhores da Itália. Alguns dos mais famosos vinhos tintos italianos — como o Brunello di Montalcino, o Chianti, o Vino Nobile di Montepulciano — estão aqui. É especialmente importante prestar atenção ao nome do produtor, que faz toda a diferença entre um grande vinho e uma mera caricatura do que se espera de cada denominação. 

Existem também os celebrados "supertoscanos" — grandes vinhos, de muito prestígio, elaborados fora das regras das denominações e que, no entanto, estão entre os maiores da Itália.

O vinho Chianti sofreu uma drástica mudança nos últimos anos. Antigamente, o vinho era conhecido por ser simples, possuidor de coloração clara, bastante acidez e dono de pouquíssimo corpo. Com a mudança na legislação de vinhos na Itália, as uvas brancas não são mais utilizadas para a elaboração do vinho Chianti, além do envelhecimento ser realizado em barris de carvalho, elevando a qualidade do exemplar.

Entre os Chianti, um dos vinhos mais simbólicos da região da Toscana, podem ser encontradas categorias diferentes. O vinho pode ser simples, clássico (elaborado com uvas cultivadas nos mais tradicionais vinhedos da Toscana) e menos conhecidos, como é o caso do Colli Fiorentini.

Com a expansão da vinicultura na região e o sucesso conquistado pelo mundo afora, alguns produtores passaram a investir no volume de produção e deixaram de lado a qualidade dos vinhos, colocando em risco todo o prestígio do tesouro toscano. Mas o Chianti Clássico é tão importante para a região da Toscana que um consórcio foi criado - denominado “Consórcio do Chianti Clássico” - reunindo alguns dos mais renomados produtores italianos para proteger e preservar a qualidade do vinho.

Um comitê foi formado para elaborar novas leis de regulamentação que protegessem e privilegiassem a qualidade na produção dos vinhos Chianti, restringindo a elaboração do exemplar apenas na área demarcada como “Chianti”. O comitê existe até hoje e é conhecido por seu símbolo, um galo preto (“gallo nero”).

Com mais de 64 mil hectares de vinhedos plantados e produzindo mais de 2,9 milhões de hectolitros de vinho anualmente, a região italiana da Toscana não é conhecida somente pela produção dos maravilhosos Chianti, tendo outros vinhos como grande símbolo da sua importância para a vinicultura italiana.

Um dos maiores exemplares de vinhos da região é o Brunello di Montalcino, elaborado com a uva Sangiovese Grosso, conhecida por ter mais cor e concentração que a cepa Sangiovese. O vinho é mais encorpado e concentrado que o Chianti, além de apresentar maior graduação alcóolica. Outro tesouro da Toscana é o Vino Nobile di Montepulciano, elaborado também com a uva Sangiovese.

219 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por