Olivier Bernstein

Olivier Bernstein é uma das melhores novidades da nova geração de vinhos da região da Borgonha, na França. Um discípulo do lendário Henry Jayer, elabora vinhos realmente artesanais, apenas com uvas de vinhedos muito antigos, maturados em barricas de carvalho customizadas.

Jancis Robinson apresentou Olivier Bernstein como “um novo nome que deve permanecer sob os holofotes durante bastante tempo”. Allen Meadows, da Burghound, afirmou categoricamente: “se a qualidade continuar alta como tem sido, esta é certamente uma das propriedades a serem acompanhadas de perto e com grande entusiasmo no futuro”.

Em todas as safras produzidas, os disputados Grands Crus têm arrematado notas altíssimas, sempre entre os melhores vinhos da Borgonha. Até o vinho de entrada de Bernstein, o Gevrey Chambertin, revela uma qualidade muito maior do que a denominação sugere, sendo comparável aos Premiers Crus de outros produtores. Seus vinhos brancos também são muito classudos e complexos.

Em um curto período, Olivier Bernstein estabeleceu-se como uma nova estrela na Borgonha, recebendo altas notas da imprensa especializada a partir da sua primeira safra de 2007. A gama da vinícola concentra-se em seis Grands Crus em Côte de Nuits, apoiados por três 1ers Crus. Por consequência, a produção de vinhos é baixíssima, com baixos rendimentos provenientes de vinhas antigas.

O vinho tinto Charmes Chambertin Grand Cru, elaborado com a tradicional uva Pinot Noir, é bastante estiloso, com notas frutas negras e cereja, bem como toques de especiarias e ervas. No palato, tal exemplar demonstra notável estrutura e presença de madeira, com um longo e elegante pós gosto. A safra de 2009 arrematou 90 pontos da Burghoun e, nada menos do que, 92 pontos de Stephen Tanzer.

Outro destaque da casa é o Mazis Chambertin Grand Cru. Trata-se de um vinho tinto com um paladar sublime, proveniente de uvas que foram colhidas no momento perfeito, em vinhas com mais de 80 anos. Além disso, há também um acabamento crocante persistente e um grande potencial de envelhecimento. A safra de 2009 recebeu 95 pontos da BH Burghound, que destacou o “caráter rico, intenso e claramente mineral” do vinho.

16 produtos

Itens por página
Filtro
Ordenar por