Produto adicionado à sacola

Zinfandel / Primitivo

Curiosamente, a famosa casta Zinfandel da Califórnia é a mesma uva Primitivo do Sul da Itália, muito cultivada na região da Puglia. Seu nome Primitivo se deve ao fato de esta uva ter uma maturação precoce, sendo uma das primeiras a ser colhida.

Durante muito tempo, a uva Primitivo foi usada para compor cortes de vinhos na região do norte da Itália, mas vem sofrendo um verdadeiro renascimento na Puglia, produzindo tintos escuros, concentrados e muito saborosos.

A casta Zinfandel foi trazida da Europa em meados do século XIX para o Novo Mundo e se adaptou extremamente bem ao clima e solo característico dos Estados Unidos, especificamente na região da Califórnia. Através de alguns testes científicos realizados por estudiosos, descobriu-se que a uva Zinfandel possui origem croata, tendo equivalência genética com a casta Primitivo, característica da Itália.

Como se adaptou ao clima e solo dos Estados Unidos, a casta possui 90% de sua produção mundial no país norte americano, sendo 11% somente na Califórnia, região em que a uva se tornou extremamente emblemática, produzindo vinhos excelentes. Apesar da maior parte dos vinhedos da casta estarem localizados nos Estados Unidos, a uva Zinfandel também é cultivada em menor proporção na África do Sul, no México e na Austrália, sendo os três principais países de área de cultivo depois da região norte americana.

Os vinhos elaborados a partir da tinta Zinfandel apresentam coloração rubi intensa, destacando-se no paladar de modo geral ameixa, framboesa, amora e cereja. Dependendo da elaboração do processo de vinificação, os vinhos da uva Zinfandel podem apresentar notas de especiarias, como canela e até mesmo baunilha, caso ocorra o armazenamento em barris de carvalho americano. Com grande variação, a casta é conhecida pelo mundo com diferentes nomes, entre eles Primitivo Di Gioia, Locale, Plavac Meliki e Uva Di Corato.

Os vinhos elaborados com a casta Zinfandel podem ser tintos ou brancos (quase como um rosé). Normalmente com grande presença de teor alcoólico, os tintos são bastante balanceados e ajustados, já o White Zinfandel que é produzido com a casca da uva, é ligeiramente adocicado e leve.

Extremamente equilibrados, os vinhos tintos da uva Zinfandel são excelentes opções para harmonizar com carne vermelha (especificamente filet mignon) e queijos amarelos. Já os brancos, acompanham muito bem pratos que levem frutos do mar.