Calabria

A região da Calabria está entre as de maior sucesso e destaque da Itália. Tida como uma das primeiras áreas vinícolas do país europeu, a Calabria é um dos berços da produção vinícola tão enraizada na cultura italiana.

Localizada no sul da Itália, entre o Mar Jônico e Tirreno, a região teve sua primeira vinha cultivada pelas mãos dos gregos, segundo relatos encontrados em ruínas do local, que denotam características marcantes da cultura helênica.

A Itália é um país de grandes diversidades e berço de vários dos melhores vinhos do mundo. A marca registrada dos vinhos italianos é uma grande elegância e classe, combinadas com tipicidade e muito charme. Eles melhoraram muito nos últimos anos, mas se mantiveram fiéis ao estilo clássico, maravilhoso e consagrado que encanta tantos enófilos pelo mundo afora.

A revolução de qualidade nas últimas décadas na Itália foi completa. Equipamentos modernos, controle de temperatura na fermentação, novas técnicas na cantina e nos vinhedos, uso de pequenas barricas de carvalho, redução dos rendimentos e experimentação com novas castas e clones foram algumas das muitas inovações que levaram o vinho italiano ao seu ápice de qualidade.

O país europeu conta também com uma grande diversidade de castas autóctones de excelente qualidade — como a uva Nebbiolo, Sangiovese, Barbera, Aglianico e tantas outras. A diversidade de ótimos terroirs também é impressionante. Não é à toa que, em tempos antigos, a Itália era conhecida como Enotria — a terra do vinho. Pouquíssimos países no mundo são, por natureza, tão privilegiados para a viticultura.

A região produtora da Calabria obteve elevado sucesso quando os gregos ocuparam seu território. Entretanto, a queda da produção dos exemplares ocorreu no Império Romano, já que os romanos, mesmo sendo adoradores de vinhos, costumavam apreciar somente algumas variedades da bebida, como é o caso do vinho Frascatti.

O vinho calabrês voltou ao seu auge na época da Idade Média, onde muitos dos rótulos eram comercializados dentro e fora da Itália. Mas a região também sofreu com a filoxera, praga assolou grande parte dos vinhedos de toda a Europa no início do século XX, assistindo à destruindo de plantações e extinção de várias uvas.

Hoje, a região da Calabria é uma das mais conhecidas de toda a Itália, possuindo mais de 25.000 hectares de vinhedos, além de produzir mais de um milhão de hectolitros de vinho por ano. A maior especialidade da região italiana são os vinhos tintos, que representam 75% de toda sua produção e são elaborados com as uvas Nerello Mascalese, Gaglioppo, Nerello Capuccio, Malvasia, Nera di Brendisi e Aglianico. Já os vinhos brancos, que representam os outros 25% da produção total da região, são originados com as uvas Guarda Valle, Greco Bianco e Montonico.