Produto adicionado à sacola

Monte Meão Cabeço Vermelho Tinta Roriz 2014

Quinta do Vale Meão

Código 31685

Monte Meão Cabeço Vermelho Tinta Roriz 2014

Monte Meão Cabeço Vermelho Tinta Roriz 2014

Quinta do Vale Meão

Código 31685

    • Safra

    • 2014

    • Uva

    • Tinta Roriz 100%

    • Volume

    • 750ml

    • Teor alcoólico

    • 14.5

    • Temperatura de Serviço

    • 18 a 20ºC

    • Corpo

    • Encorpado

    • Sugestão de decantação

    • Não

    • Sugestão de guarda

    • Mais de 10 anos

    • Validade

    • Válido por prazo indeterminado desde que conservado deitado em local fresco e escuro.

    • Vinhedo

    • Vinha do Cabeço Vermelho, com 47 anos. Solo aluvião.

    • Vinificação

    • As uvas são esmagadas e desengaçadas. Fermenta em cuba de madeira usada, com extração controlada durante 8 dias. Estagia em barricas usadas de 225 L durante 20 meses

    • Maturação

    • Estagia em barricas usadas de 225 litros durante 20 meses.

DOWNLOAD DA FICHA DO VINHO

Descrição

Apo¿s um final de vindima de 2013 muito chuvoso, o Outono surgiu quente e seco com apenas 4 mm de precipitac¿a¿o em Novembro. No final do ano a chuva voltou em forc¿a e os meses de Dezembro, Janeiro e Fevereiro foram extremamente chuvosos - cerca de 400 mm, ou seja, um valor muito pro¿ximo da me¿dia anual desta sub-regia¿o. Neste peri¿odo a temperatura foi sempre mais elevada do que o habitual o que conduziu a uma antecipac¿a¿o na data de abrolhamento de cerca de 15 dias em relac¿a¿o a 2013. Contudo, durante o ciclo vegetativo a temperatura foi mais baixa do que a me¿dia o que, associado a uma precipitac¿a¿o regular de Marc¿o a Agosto fez com que os ni¿veis de stress hi¿drico fossem muito baixos ao longo de todo o ciclo. Assim, obtivemos cobertos vegetais densos e uma produc¿a¿o equilibrada, o que conduziu a uma maturac¿a¿o perfeita. O facto de a temperatura ser mais baixa do que o normal, permitiu uma maior eficie¿ncia fotossinte¿tica das plantas e a precocidade do abrolhamento manteve-se ate¿ a¿ vindima. Assim, iniciamos a vindima no dia 23 de Agosto com a casta T. Amarela. Dada a homogeneidade da maturac¿a¿o, avanc¿amos rapidamente para as restantes castas e por isso, quando surgiram as chuvas de meados de Setembro ti¿nhamos ja¿ cerca de 85% da vindima conclui¿da. O facto de no Douro Superior termos tido um ano mais fresco do que o habitual, sendo o nosso maior desafio a gesta¿o do excesso de calor, permite-nos antever um ano de qualidade excepcional.

Sobre a região

  • Douro

    Veja mais informações onde é produzido este vinho e aproveite para conferir a lista de produtos deste e de outros produtores pertencentes a mesma região.

    Saiba +

Sobre o produtor

  • Quinta do Vale Meão

    Conheça detalhes sobre o produtor deste vinho. Você poderá ver informações sobre o processo de produção das safras e a relação do produtor com o mundo do vinho.

    Saiba +

Descrição

Apo¿s um final de vindima de 2013 muito chuvoso, o Outono surgiu quente e seco com apenas 4 mm de precipitac¿a¿o em Novembro. No final do ano a chuva voltou em forc¿a e os meses de Dezembro, Janeiro e Fevereiro foram extremamente chuvosos - cerca de 400 mm, ou seja, um valor muito pro¿ximo da me¿dia anual desta sub-regia¿o. Neste peri¿odo a temperatura foi sempre mais elevada do que o habitual o que conduziu a uma antecipac¿a¿o na data de abrolhamento de cerca de 15 dias em relac¿a¿o a 2013. Contudo, durante o ciclo vegetativo a temperatura foi mais baixa do que a me¿dia o que, associado a uma precipitac¿a¿o regular de Marc¿o a Agosto fez com que os ni¿veis de stress hi¿drico fossem muito baixos ao longo de todo o ciclo. Assim, obtivemos cobertos vegetais densos e uma produc¿a¿o equilibrada, o que conduziu a uma maturac¿a¿o perfeita. O facto de a temperatura ser mais baixa do que o normal, permitiu uma maior eficie¿ncia fotossinte¿tica das plantas e a precocidade do abrolhamento manteve-se ate¿ a¿ vindima. Assim, iniciamos a vindima no dia 23 de Agosto com a casta T. Amarela. Dada a homogeneidade da maturac¿a¿o, avanc¿amos rapidamente para as restantes castas e por isso, quando surgiram as chuvas de meados de Setembro ti¿nhamos ja¿ cerca de 85% da vindima conclui¿da. O facto de no Douro Superior termos tido um ano mais fresco do que o habitual, sendo o nosso maior desafio a gesta¿o do excesso de calor, permite-nos antever um ano de qualidade excepcional.

  • Sobre a região

    Douro

    Douro

    Veja mais informações onde é produzido este vinho e aproveite para conferir a lista de produtos deste e de outros produtores pertencentes a mesma região.

    Saiba +
  • Sobre o produtor

    Quinta do Vale Meão

    Quinta do Vale Meão

    Conheça detalhes sobre o produtor deste vinho. Você poderá ver informações sobre o processo de produção das safras e a relação do produtor com o mundo do vinho.

    Saiba +
Preço já inclui o IPI
De acordo com a Medida Provisória número 690/15, convertida em Lei número 13.241 (30/12/2015), desde 01/12/2015 todos os vinhos e destilados vendidos no território brasileiro estão sujeitos à cobrança de IPI. As seguintes alíquotas serão adicionadas aos preços do catálogo impresso, do site e das nossas newsletters anunciadas: 10% sobre os vinhos de mesa (tintos, brancos e espumantes), 20% sobre os vinhos do Porto, Madeira e Jerez, e 30% sobre os destilados (Cognac, Armagnac, Grappa). Os preços de venda em reais referenciados em nosso site já incluem o valor do IPI.
Preço já inclui o IPI
De acordo com a Medida Provisória número 690/15, convertida em Lei número 13.241 (30/12/2015), desde 01/12/2015 todos os vinhos e destilados vendidos no território brasileiro estão sujeitos à cobrança de IPI. As seguintes alíquotas serão adicionadas aos preços do catálogo impresso, do site e das nossas newsletters anunciadas: 10% sobre os vinhos de mesa (tintos, brancos e espumantes), 20% sobre os vinhos do Porto, Madeira e Jerez, e 30% sobre os destilados (Cognac, Armagnac, Grappa). Os preços de venda em reais referenciados em nosso site já incluem o valor do IPI.

R$ 525,65

Unidade
- +
Caixa

(3 unidades)

- +
Comprar